Arquivo | janeiro, 2010

Grupo Carrapicho fazendo sucesso na Rússia?!?!?!?!

30 jan

Hey galera do panz e pimba! Tudo bem com vocês nesse sabadão juvenil? Não sei se vocês têm notado, mas o site está em um jejum de postagem há uns 4 ou 5 dias. Saibam que não é preguiça ou incompetência dos nossoa colaboradores (talvez ate seja ho ho ho), mas os últimos dias têm sido complicados para todos aqui do Panz e Pimba.

Se vocês não sabem, essa semana saiu finalmente o resultado final dos aprovados no vestibular da UFC para as turmas de 2010.1 e 2010.2, e a moçada desde então tem se debruçado em fazer planos para o trote e a recepção na matrícula dos nossos bixinhos amados/odiados.

Fora que há também o nosso esforço em completar a cobertura do Rock Cordel com chave de ouro fazendo uma matéria em vídeo, aguardem que já já ela estará por aqui.

E também há outro probleminha, nossos colaboradores-mor Pedro da Amanda e Carlitos estão “impossibilitados” de postarem. Pedritcho está numa rotina inSANA, trabalhando na organização de um dos maiores eventos de Anime/animação/quadrinhos do Brasil, Boa sorte para ele! E o viadinho do Carlitos tá doente desde não sei quando.

Então, sobrou pro vagabundo da turma vir aqui satifazer a suas necessidades diárias de pseudismo e putarismo! Por isso começo com um videozinho deveras “interessante”.

Todos lembram daquele Grupo Carrapicho, né? Se não lembram, eles cantavam um música sobre como o tambor bate forte e tiqui-tiqui-tá. Pois bem, não me perguntem como, um sujeito lá na Rússia resolveu regravar esse clássico tupiniquim da MPB nacional. Até aí tudo bem , qual o problema poderia haver nisso se até banda de forró regrava música de Heavy-metal? Mas o que faz um ser doentio desses produzir um clipe e colocar nele uma espécie de Tio Chico ao lado de dançarinas semi-nuas? E o pior, fazendo tosquices numa tentativa de ser engraçado.

Confiram com os seus próprios olhos:

Pois é isso aí, meu povo! Me vou porque hoje é sabádo, a noite é uma criança e eu quero chegar pelo menos até a adolescência. ^^

Beijundas!

Anúncios
26 jan


Às vezes me pego pensando em algumas frases célebres de filósofos que marcaram seus nomes na história ocidental e percebo que algumas eu simplesmente não consigo entender. Não que eu seja burro (tá, talvez eu seja), mas eu não entendo o sentido pleno das palavras deles, ou melhor, dos pensamentos deles. Se pararmos bem pra pensar, entender de verdade o sentido das coisas é algo extremamente complexo, seja as palavras de um filósofo, seja as conversas que temos no dia a dia. Talvez por isso eu goste tanto dessa citação, que originalmente é atribuída a Sócrates, e sempre mantenha dentro de mim um ar de desconfiância com tudo.

Algum dia isso irá me ajudar na minha profissão. ^^

Beijundas!

O fim dos escorpiões

24 jan

Os integrantes alemães do Scorpions anunciaram recentemente que a banda chegou ao seu fim!
Pois é, garela. Pelo menos nesse caso não tem aquelas desculpas esfarrapadas de que os integrantes não estão se entendendo, ou alguns querem seguir outra linha. Na verdade, a banda foi fundada em 1965, e depois de mais de 40 anos de carreira o motivo principal do fim do Scorpions é… a idade dos membros! Parece que eles decidiram que agora só querem curtir a aposentadoria, os netinhos, etc.

Em honra à brilhante carreira, é óbvio que eles não iriam terminar da noite pro dia! O Scorpions está trabalhando no seu vigésimo segundo e último álbum, que deve se chamar “Sting in the tail” e ser lançado dia 19 de Março.

“A ideia é encerrar nossa carreira com um álbum de forte impacto e uma turnê espetacular”, destacou o vocalista Klaus Meine, 61 anos.

Fonte: Uol Música
http://musica.uol.com.br/ultnot/afp/2010/01/24/banda-de-rock-the-scorpions-anuncia-seu-fim.jhtm

Para deixar minha singela homenagem, aí vai um vídeo da música mais famosa da banda, na minha opinião: Still Loving You. Essa versão é com a Orquestra Filarmônica de Berlim.

http://www.youtube.com/v/1B6KD6IHWMw&hl=pt_BR&fs=1&

(Não sei como as pessoas conseguem ficar sentadas a música toda…)

E quem não conhece, conheça agora a versão do Sonata Arctica pra mesma música!

http://www.youtube.com/v/00pRnGoYtY0&hl=pt_BR&fs=1&

Dramatic cat

23 jan

‘-‘

esse eu achei bem mais dramático

Vouterpesadelosanoitebeijos/

E o Rock Cordel continua!

23 jan

Hey motherfuckers do panz e pimba!!!! Como tá sendo a vida de jovens em férias aqui no Ceará? Assistindo muita Tv Globinho e icarly? Indo para o encontro de gangueiros, vulgo show do Nando Reis, no Parque do Cócó? Vibrando pra Helena ficar com o Thiago Lacerda? Olhando peitinhos caindo dos biquinis das minas do Big Brother?

Pois meu Brother, amigo e camarada, você está perdendo o Rock Cordel, que segue nessa 2ª semana impressionantemente supimpa! Eu, Leozinho das tapiocas, vim aqui trazer um bucadim do que aconteceu no evento durante o dia 20 de janeiro desse nosso querido e novato ano de 2010.

O dia começou com os riffs lisérgicos do grande gênio da guitarra Eric “God” Clapton. A banda Claptonmanícos evocou a energia e a pegada do grande mestre da guitarra, fazendo um show cativante e bem aplaudido.

Em seguida, veio uma das bandas mais tradicionais desse nosso estado. Estou falando dos Renegados! Marcelo Pinheiro, Ricardo Pinheiro e Romualdo Filho incendiaram o teatro do BNB com seu trabalho autoral no mais perfeito e tradicional rock and roll. Com letras em português o Power Trio cearense foi ovacionado pela platéia após tocar sucessos de sua carreira e também novas músicas que estão sendo apresentadas aos poucos para o grande público. É de se admirar que uma banda tão tradicional e tão boa como Renegados não tenha trabalhos divulgados na internet, há apenas um vídeo no Youtube e uma comunidade do orkut. Fica aqui o desejo de que os caras coloquem algo para que os fãs estejam mais em contato com essa super banda.

Renegados

Próximo das 14h da tarde chegou a vez da banda Alma Negra tocar seu Reaggae autoral com letras engajadas política e socialmente. Depois do reggae, foi a vez da apresentação de Miguel Cordeiro, com um pop rock mais tranqüilo e de letras que traduzem sentimentos simples do cotidianos. O artista contou com a participação do violinista Rodrigo Cardozo, que deixou as músicas ainda mais envolventes. Trazendo, ainda, Renan Maia no baixo e Paulo Enrick na bateria, a banda fez uma excelente e suave apresentação

Miguel Cordeiro

Quando chegou a vez da banda Náu Etérea o Rock cordel viajou para um mundo distante e insólito. Com uma sonoridade progressiva e onírica a banda despejou solos de guitarras e letras profundas na platéia. Confesso que de início o vocalista não agradou com a sua voz grave, mas de pouco em pouco foi conquistando o público, e no final estava sendo aplaudido e elogiado por muitos que marcaram sua presença por lá.

Nau Etérea

Pouco depois da 16h30 da tarde subiu ao palco do BNB o guitarrista Allysson dos Anjos, acompanhado por Romualdo Filho e Ricardo Pinheiro, ambos baixista e baterista do Renegados. Trazendo músicas autorais ora com letras em inglês, ora com letras em português, influenciadas pelo blues rock e o country. Allysson dos Anjos mostrou ser um guitarrista competente e virtuoso. Ficamos na espera da gravação de suas músicas para que seja possível divulgar seu trabalho com mais facilidade.

Allysson dos Anjos

A banda Emphase, que marcou presença nas edições passadas do Festival Rock Cordel, já é conhecida no circuito de covers da capital cearense e fez sua última apresentação como banda cover de The Doors, nesta quinta-feira. Tocando com casa cheia e um público afinadíssimo que cantou os sucessos da banda de Jim Morrison, magnificamente interpretados na voz de Renato Corleone. A integração entre o público e a banda fizeram da apresentação uma das melhores, até agora. Pensando naqueles que perderam essa despedida, a banda Emphase fará uma segunda apresentação no Hits Brasil com duas horas de duração, no dia 3 de fevereiro, com um repertório maior.

Para fechar com chave de ouro veio o Blues rock do Artur Menezes. Mesmo com problemas técnicos no cabo de sua guitarra o show não parou e a banda em uma apresentação inspiradíssima trouxe um repertório todo dedicado ao Deus-mestre da guitarra, Jimmy Hendrix, Artur Menezes fez a galera ir ao delírio com clássicos como “Little wing”, “Purple Haze” e “Foxy Lady”.

Artur Menezes

Pois é galera, por enquanto é só isso. Confiram a programação aqui no nosso site na barrinha que o nosso amigo Carlitos tá atualizando todos os dias.

Abraços, beijundas! Voou-me porque amanhã tem mais hohohohohohhohohohoho!

Créditos: Equipe Panz e pimba.

4o Festival BNB do Rock Cordel – Cobertura do dia 20

21 jan
Voltando de mais uma maratona de Rock’n’Roll, trago a vocês um pouco de tudo o que rolou nesta quarta, dia 20, no 4º Festival BNB do Rock Cordel.
Assim como a quarta feira passada, esta foi dominada pelo metal em suas várias vertentes.
Começando pela banda cover de Scorpions, Lovedrive, que trouxe ao público as belas e românticas baladas de uma das bandas mais cultuadas do estilo (meu pai que o diga!)
Logo após se apresentou a banda Lightness, influenciada pela vertente do metal gótico e sinfônico, que particularmente eu gosto bastante. Uma apresentação cheia de peso e suavidade na qual se destacaram as vozes afinadas das vocalistas Juliane e Marília.
Em seguida subiu ao palco a banda Monster Cult, formada pelos integrantes da banda Darkside, que se apresentou no festival no dia 13. Neste projeto, os caras revivem canções clássicas do Heavy Metal dos anos 80. Quem assistiu a apresentação deles pode conferir versões cheias de energia das músicas de Motörhead, Saxon, Iron Maiden entre outras. O público, em sua maior parte headbangers de longa data, respondeu à altura.
O teatro lotou pra conferir a My Fair Lady, que marcou sua primeira apresentação no festival. Mesclando peso e melodia, a banda agradou ao público com seu som, fortemente influenciado por bandas como As I Lay Dying, expoente do Metalcore, gênero marcado pela mistura do peso do Metal com as batidas rápidas do Thrash e a gritaria do Hardcore.

(Super-Sayajin mode ON)
Os fãs da banda System Of A Down foram à loucura com a apresentação da banda cover SOAD. Apesar de ter entrado atrasada, a banda recompensou o tempo restante tocando versões fiéis de sucessos da banda norte-americana, como Toxicity e B.Y.O.B. Tanto que, após tocada a ultima música, muita gente não acreditou que o show havia terminado. Sinal de que a banda fez uma ótima apresentação.
Cross of Fear se apresentou em seguida, trazendo um pouco do seu trabalho autoral marcado pela influência do Heavy Metal. Alguns contratempos acabaram interferindo na apresentação da banda: o tecladista não esteve presente, o baterista estava se recuperando de um braço quebrado e um dos guitarristas teve que trocar uma corda da guitarra durante o show (eita zica!). Apesar dos desfalques a banda se saiu muito bem e soube segurar o público até o final.
FUUU.. a corda quebrou! Sessão do descarrego já!
Competência musical é um fator importante para o sucesso de uma banda que se propõe fazer cover de Rush, uma das bandas mais influentes do Rock Progressivo. E a banda Void mostrou na sua apresentação que competência é o que não falta a eles, que tocaram grandes sucessos da banda canadense.
“Chiineela minino”, em inglês, Rush
Na penúltimo show do dia, os headbangers que estavam no festival tomaram uma dose cavalar do autêntico Heavy Metal cearense, com a banda Dose Lethal, bastante conhecida no cenário metal. Os integrantes mostraram que a experiência faz diferença e trouxeram para os fãs uma excelente apresentação.
Casa cheia no encerramento do dia com a banda A Trigger to Forget, veterana do festival (eles se apresentaram em todas as edições) e possuidora de um trabalho maduro, apesar do relativamente pouco tempo de banda. Em um show cheio de peso e vigor, característico do gênero Metalcore, os caras do ATTF mostraram o porquê do sucesso junto ao público.
A segunda semana do 4º Festival Rock Cordel começou com tudo e as bandas de amanhã você já pode conferir na nossa barrinha aí do lado.
E pra quem ficou curioso ou quer conhecer mais sobre as bandas que se apresentaram hoje, vou deixando aqui links para os sites de algumas delas.
Lovedrive
Monster cult
My Fair Lady

Cross Of Fear
Void
Dose Lethal
A Trigger To Forget

Panz&PiMovies/Deevos/Voltei negada!

19 jan
Depois de uma temporada no inferno da exclusão digital consegui fazer o download da armadura de Fênix e, finalmente, escapei de lá. Quase quatro meses sem internet deixam seqüelas graves, vcs não sabem o que é passar o dia assistindo TV forçado por não ter o que fazer. É uma programação de ótima qualidade(mentira!), entretenimento avançado, jornais que só falam a verdade(¬¬) e Haiti.
Minha sorte é que eu possuo uma ferramenta que me possibilita fortes poderes de interação, oooooooooooooo controle remoto!!! Eu ficava impressionado com a variedade de programação da tv, utilizando minha fabulosa arma de interação eu mudava os canais incessantemente a procura de algo diferente, mas a única coisa que encontrava era a mesma coisa. No começo do ano foi a tragédia de Angra dos Reis, depois foi a morte da menina Alanis e agora o Haiti. Vc pode mudar de canal o quanto quiser que so vai encontrar as mesmas coisas.
Pois é, foi nesse inferno de informações bombardigas que eu vivi por três meses e pouco. Mas uma coisa a tv me deu de interessante, foi justamente no horário em que a massa dorme e param de divulgar notícias repetidas que eles passaram um ótimo filme. Foi na rede Globo, no intercine da ultima terça-feira que passou o filme “Quase Famosos”. E foi esse filme que inspirou meu post e possibilitou meu retorno a este digníssimo blog.
Já que nós estamos em clima de Rock Cordel \m/ vim aki fazer um Panz e Pimovie temático. Nosso tema será filmes de Rock’n Roll man!
Vamos começar falando sobre o filme Quase famosos.
O filme ganhador do oscar de melhor roteiro original no ano de 2001 é baseado nas memórias do próprio roteirista Cameron Crowe, que quando tinha 15 anos escrevia pra revista Rolling Stone(pra quem não sabe a tradução do nome da revista, o significado vem do latido Rolling – variação de rolando; e Stone – é pedra mesmo, num sabe inglês não abestado?) uma de suas tarefas foi viajar com a banda Led Zeppelin para cobrir sua turnê para a revista(isso nem pode ser chamado de trabalho #fãledzeppelin). No filme o garoto William Miller, fã de Rock, consegue um trabalho na revista Rolling Stone para cobrir a turnê da banda fictícia Stillwater. No decorrer o garoto conhece o universo do rock, as intrigas, as amizades, os amores. Resumindo, é um ótimo filme pra quem gosta de rock e pra quem gosta de filme =). Assistam!
Só consegui o trailer sem legenda, desculpem-me.
Agora vamos falar sobre o Jack Black.
Ta, eu sei que o post é sobre filmes de rock, mas Jack Black tem tudo a ver com filmes de rock.
Farei um mini-micro Panz e Pimdeevos
Thomas Jacob Black nasceu na Califórnia em 28 de agosto de 1969.
Os pais se divorciaram quando ele ainda tinha dez anos.
Quando adolescente era muito bom no jogo Black Jack, dando origem ao seu nome artístico: Jack Black.

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";} a:link, span.MsoHyperlink {color:blue; text-decoration:underline; text-underline:single;} a:visited, span.MsoHyperlinkFollowed {color:purple; text-decoration:underline; text-underline:single;} @page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;
cosplay do Belo

Jack tem uma banda de rock chamada Tenacious D, ficou mais conhecida quando ele fez um filme com seu nome e mostrando parte de de sua trajetória, misturando ficção com realidade.

Uma das capas do filme

Jack é considerado um dos melhores comediantes de Hollywood atualmente

Agora o cosplay é de tonhão da lage

#tenteiteseduzirmasnãodeu

Voltando aos filmes agora, vou falar sobre os dois filmes de rock estrelados por nosso amigo Jack Black.

O primeiro é “Escola de Rock”(2003), O filme conta a história de Dewey Finn(Jack Black), um roqueiro sem sucesso que é expulso de sua própria banda arranja um emprego de professor substituto em uma escola de ensino fundamental. Finn, de início, não se da bem com a turma, mas quando descobre suas habilidades musicais ele fica deslumbrado e(corretamente) ensina Rock’n Roll pras crianças para que elas possam participar do festival de bandas. É um filme fantástico, vale a pena assistir.

Desculpem, eu não consegui com legenda de novo ^^’

O segundo filme é “Tenacious D: The Pick of Destiny”(2006), como eu já havia falado, esse filme conta a história da banda de Black, Tenacious D, que da nome ao filme. O filme une ficção e realidade sobre a história da banda.

Escrito pelo próprio Jack Black, o filme é bastante nonsense, o que o torna muito engraçado. JB(Jack Black) e KG(Kyle Gass) descobrem uma maneira de levar sua banda ao sucesso, encontrando a palheta do destino, que foi forjada por um mago durante a idade média a partir de um dente do Satanás(não, não é o gato da dona Clotilde, é o demônio mermo) e todos que tocassem algum instrumento utilizando-a conseguiriam êxito em sua ação.(acho que ficou formal demais. Melhorando: e quem pegasse na bixa pra tocar ia tocar direitim um mestre.)

A trilha sonora do filme é inteira tocada pela banda de Black(e por sinal a trilha sonora é muito boa pra quem curte Rock). [locutor da sessão da tarde on] Nesse filme tem muita confusão, se vc quer dar boas gargalhadas esse é o filme![ locutor da sessão da tarde off]

Acho que o youtube não gosta mais de legendas ^^’

Por último mostrarei o musical que utiliza as músicas da maior banda de Rock de todos os tempos, Across the Universe. O filme baseia-se nas músicas dos Beatles em praticamente tudo, o nome dos personagens(Lucy e Jude), o nome dos locais e todas as músicas utilizadas no filme são de Lenon e companhia. O filme se passa na década de 60 e através das musicas dos Beatles narra uma história de amor em meio a inúmeras dificudades como a guerra do Vietnam dentre outras existentes naquela época e retratadas nas músicas dos beatles. Um ótimo filme, imperdível.

Trailer legendado! \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Como não vou poder falar de todos os filmes vou deixar aki uma listinha com os principais filmes de rock que me indicaram junto com os links dos trailers:

Spinal tap

Valew aew galera

Comentem!

abraço